CFF lança segunda etapa do Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS – Capacitação em Serviço

11 de Maio de 2018 por Imprensa

O Conselho Federal de Farmácia (CFF)  deu mais um importante passo para que os farmacêuticos, a exemplo do que já vem ocorrendo em grande parte das farmácias privadas brasileiras, possam, de fato, cumprir o seu papel no cuidado à saúde das pessoas: está sendo lançada a segunda etapa do Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS, que tem como proposta, a criação de 15 novos polos de capacitação em todo o país, o que representa a participação de pelo menos 600 farmacêuticos.

Cada polo deve ser formado por pelo menos 40 farmacêuticos, que podem pertencer a um mesmo município ou a vários. Não são aceitas inscrições individuais (Para ler o regulamento completo, clique no link abaixo). “É preciso, entre outros pré-requisitos, que haja um responsável técnico pelo grupo, sendo obrigatória, também, a anuência do secretário ou secretários de saúde (se forem vários municípios), bem como o compromisso destes de viabilizar a estrutura e o respaldo necessários à inserção dos serviços farmacêuticos na rotina das unidades de saúde”, explica o coordenador do projeto e conselheiro federal de Farmácia pelo estado do Paraná, Valmir de Santi.

O presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João, destaca a enorme receptividade dos gestores municipais ao projeto, idealizado pelo Grupo de Trabalho sobre Saúde Pública do CFF. Já somam 120 os municípios contemplados, e cerca de mil, os farmacêuticos em capacitação. “O projeto Cuidado Farmacêutico no SUS é totalmente diferente dos cursos convencionais, contando com um forte componente prático, voltado à implantação dos serviços”, comenta. O presidente se refere ao fato que o projeto encerra suas atividades em cada município contemplado com os serviços funcionando, ou seja, os farmacêuticos atuando e a população sendo efetivamente atendida.

Após o término do curso, que dura oito meses, os farmacêuticos estão aptos a atuar de forma integrada às equipes de saúde ofertando serviços como acompanhamento a pacientes com hipertensão, diabetes, asma e doenças mentais. Os profissionais também estão sendo capacitados para a inserção da fitoterapia no arsenal terapêutico destinado aos usuários do SUS. Nos locais onde a prática integrativa já utilizada, eles reforçam o grupo responsável pela prescrição e acompanhamento do uso de fitoterápicos.

O presidente do CFF lembra que o curso, juntamente com a atualização da antiga tabela SIA/SUS, atual SIGTAP (viabilizada a partir de reivindicações do CFF ao Ministério da Saúde), tem contribuído para abrir as portas da rede pública para novas contratações de farmacêuticos. “O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS viabiliza as condições para que o município possa ampliar a injeção de recursos federais na assistência à saúde municipal”, observa o presidente do CFF.

O Projeto Cuidado Farmacêutico no SUS já começou a transformar o cenário nas unidades básicas de saúde dos municípios onde foi implantado. Seis estão com consultórios farmacêuticos estruturados e funcionando: Goiania- GO, Campo Grande-MS, Toledo-PR, Manaus-AM, Belo Horizonte-MG e Volta Redonda-RJ.

ATENÇÃO!

Para ler o REGULAMENTO, CLIQUE AQUI.
Caso atenda aos pré-requisitos, preencha o FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO.

Fonte: Comunicação do CFF

© 2013, Todos os Direitos Reservados - Conselho Regional de Farmácia - Piauí - Brasil
Conselho Regional de Farmácia do Piauí
Rua Professor Nódgi Nogueira, n° 4193
Bairro Ininga. CEP: 64.048-465
Tel.: 86 3222 8480/ 32262863 Faz: 3222-8999