Covid-19: farmacêutico explica riscos da obesidade para doentes

13 de junho de 2020 por Imprensa

O farmacêutico e doutor em saúde pública, Erildo Müller, ressalta que o objetivo da publicação foi também trazer esclarecimentos diante de tanta informação falsa na internet

Manter uma alimentação equilibrada e saudável é importante para enfrentar a Covid-19. É o que recomenda uma publicação divulgada pelo Governo do Estado do Paraná em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O material traz informações importantes que servem de alerta. Como, por exemplo, o fato de a obesidade ser responsável por mais da metade (58%) dos internamentos de indivíduos em estado grave por infecção pelo novo coronavírus nos Estados Unidos. Isso no caso das pessoas na faixa entre 19 e 49 anos idade. A informação é do Departamento de Saúde americano.

O farmacêutico e doutor em saúde pública, Erildo Müller, ressalta que o objetivo da publicação foi também trazer esclarecimentos diante de tanta informação falsa na internet. “Existem muitas informações circulando via internet, Whatsapp e outros meios, principalmente nas redes sociais, e que muitas vezes são Fakenews e as pessoas acabam acreditando em situações que não são compatíveis ou não têm fundo científico. Então, a partir daí a gente foi buscar a melhor evidência científica na literatura por meio de busca em sites de artigos que foram publicados em revista de impacto, para fazer uma tradução posterior para uma linguagem que a população possa entender”.

A obesidade pode comprometer o movimento respiratório e produzir citocinas inflamatórias no organismo. Condição que pode facilitar complicações no caso de a pessoa ser infetada pelo novo coronavírus. Uma boa alimentação também previne doenças cardiovasculares. Em tempos de isolamento social e com a chegada do inverno, a preocupação é que as pessoas acabem consumindo mais alimentos calóricos e descuidando da saúde. “Por isso, é muito importante manter uma alimentação saudável e equilibrada, com frutas, verduras, legumes, carnes magras, cereais, arroz, feijão, carne, ovos, leite, para que consigamos ter uma melhor condição nutricional e, quando formos ter contato com o vírus,  termos maior resistência ao desenvolvimento da doença e quando ela acontecer – é claro que outras condições também vão influenciar -, ter uma chance de menor gravidade do quadro”.

Os farmacêuticos podem ser grandes aliados nessa conscientização. “Os farmacêuticos podem colaborar muito nessa situação, principalmente na farmácia comunitária e na farmácia da unidade de saúde em que são procurados pelos pacientes que têm outras condições de saúde como hipertensão, diabetes, etc, e ao atender esses pacientes é bem possível fazer  a orientação e elaborar um plano de cuidado para que esse paciente siga uma melhor alimentação e consiga uma  melhor resposta frente a situações  de doenças infecciosas como é o caso da Covid”.

O e-book sobre alimentação e Covid-19 pode ser acessado gratuitamente no site da UEPG no endereço eletrônico: www2.uepg.br

Ouça esta matéria da Rádio News Farma!

Fonte: CFF

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
© 2013, Todos os Direitos Reservados - Conselho Regional de Farmácia - Piauí - Brasil
Conselho Regional de Farmácia do Piauí
Rua Professor Nódgi Nogueira, n° 4193
Bairro Ininga. CEP: 64.048-465
Tel.: 86 3222 8480/ 32262863 Faz: 3222-8999