Notícias

Farmacêuticos realizam ação em Teresina e Floriano

17 de janeiro de 2019 por Imprensa
Onde tem saúde e qualidade de vida, tem um farmacêutico. Quer ver?
Já fez exame de sangue? O responsável técnico do laboratório certamente era um farmacêutico. Já precisou de internação hospitalar? Quem dispensou o medicamento prescrito, acompanhou o uso e preveniu interações medicamentosas foi um farmacêutico. Seu bebê já precisou de leite especial? Um farmacêutico é responsável técnico pela indústria que o produziu. Lembra o investigador que faz análise toxicológica para elucidar um crime? Ele provavelmente era um farmacêutico.
No dia 20 de janeiro, data em que é comemorado o dia deste profissional da saúde que atua em 10 grandes áreas diferentes e 135 especialidades, o Conselho Regional de Farmácia do Piauí (CRF-PI) e Conselho Federal de Farmácia (CFF) estão convidando a população a olhar à sua volta e observar que a atuação deste profissional vai muito além da orientação e educação em saúde prestadas nas farmácias. Em quase tudo, cosméticos, alimentos e bebidas, produtos de higiene e de limpeza, há o envolvimento do conhecimento técnico e do trabalho do farmacêutico.
O sistema CFF/CRFs está realizando esse convite à percepção da importância do farmacêutico como profissional da saúde por meio da campanha publicitária “Onde tem saúde e qualidade de vida, tem um farmacêutico”, que será veiculada nas principais emissoras de TV e redes sociais a partir de sábado, dia 19. Além de estimular as pessoas a observar e reconhecer o quanto o farmacêutico é essencial à saúde e ao bem-estar da população, os conselhos estão convidando pacientes para os quais o trabalho do farmacêutico, de alguma forma, foi determinante, a contar suas histórias em vídeos curtos, que serão publicados no hotsite da campanha. Ao fazer suas narrativas elas terão oportunidade também de agradecer a esses farmacêuticos que fizeram diferença na vida delas.
Para pontuar a data em Teresina, o CRF-PI realiza uma ação na Praça João Luís Ferreira, Centro, nesta sexta-feira (18), das 08h às 12h, com oferta gratuita de aferição de pressão arterial e teste de glicemia, além de orientações sobre uso racional e descarte adequado de medicamentos. Em Floriano, a mesma ação acontece no sábado, dia 19, na Praça da Igreja Matriz, Centro.
Profissão em números
Atualmente, são quase 220 mil farmacêuticos inscritos nos conselhos de Farmácia, sendo que aproximadamente 75% deles atuam nas farmácias de qualquer natureza (aquelas que prestam atendimento diretamente ao paciente, à comunidade). Conforme o Censo da Educação Superior, em 2016 havia 115 mil estudantes matriculados em 510 cursos de Farmácia. O Brasil detém um quarto de todos os cursos de graduação em Farmácia do mundo. São colocados 18 mil novos farmacêuticos no mercado por ano.
“Em 2018, a profissão farmacêutica figurou como a terceira com o maior número de contratações formais no mercado de trabalho”, comenta o presidente do CFF, Walter Jorge João. “A Farmácia é uma profissão diversa e essencial, e o CFF tem, de fato, evidenciado isso à sociedade, envolvendo-se e coordenando as principais lutas para que o farmacêutico se destaque cada vez mais e possa cumprir o seu papel no zelo pela saúde pública”, ressalta o presidente.
Para o presidente do CRF-PI, Luiz Junior, no Piauí a profissão está ascensão e há muito espaço para absorver os profissionais. “O Piauí ainda tem um déficit de profissionais farmacêuticos no Interior do estado. Muitas cidades mais distantes da capital tem dificuldade em contratar esse profissional, por isso, há vagas. Mas precisamos ficar atentos a valorização profissional e remuneração, pois como nosso piso já foi aprovado pela Assembléia, mas ainda espera para ser sancionado pelo governador, muitas empresas querem gratificar com valores inaceitáveis”, alerta Luiz.
Junior completa destacando que a profissão, além de essencial no cuidado com o paciente, é uma das mais antigas. “Antigamente, as pessoas procuravam os farmacêuticos até para se consultar, especialmente nos locais onde não tinham acesso a médicos. Somos responsáveis por manipular e compor os medicamentos que são receitados por todos os demais profissionais da saúde, assim como conhecedor dos efeitos, reações e dosagem. É uma atividade complexa e indispensável. Também orientamos os pacientes nas farmácias sobre o uso correto e racional, e descarte adequado”, ressalta.
Fonte: Comunicação CRF-PI
© 2013, Todos os Direitos Reservados - Conselho Regional de Farmácia - Piauí - Brasil
Conselho Regional de Farmácia do Piauí
Rua Professor Nódgi Nogueira, n° 4193
Bairro Ininga. CEP: 64.048-465
Tel.: 86 3222 8480/ 32262863 Faz: 3222-8999